1. Descrição

 

Produto bicomponente, a base de resina uretana, isenta de solventes, desenvolvido para a utilização em imprimações e como ponte de aderência de sistemas de mesma base.

2. Indicações

 

– Ponte de aderência para o Endurit RP, para aplicações verticais;

– Imprimação para o Sistema Endurit Piso A.N.

 

3. Vantagens

 

– Alta aderência;

– Isento de solventes;

– Impermeável;

– Fácil aplicação.

 

4. Informativo técnico

 

 

4.1 – Composição básica.

Composição

Endurit Primer

Resina + Agente de Cura Uretano

 

4.2 – Propriedades Físicas

Ensaios a 25°C

Métodos/Normas

Endurit Primer

Aspecto MAP – 025 Líquido Viscoso
Cor MAP – 043 Amarelo
Teor de Substâncias não Voláteis MAP – 007 98% ± 2
Densidade Aparente MAP – 031 1,050 g/cm³ ± 0,050
Reatividade MAP – 048 5 – 15 minutos
Pot life MAP – 006 15 – 25 minutos
Gel Time MAP-034 40-60 minutos
Intervalo entre Demãos 6 a 8 horas
Secagem Total 24 horas

Obs.: Os resultados obtidos acima são alcançados em ensaios que utilizam como parâmetro as normas vigentes ou internas, realizados em laboratórios e dentro das condições ideais.

5. Metodologia de aplicação

 

Como ponte de aderência do Endurit RP.

5.1 – Condições do ambiente.

O ambiente deve ter temperaturas compreendidas entre 10°C e 35°C, umidade relativa do ar inferior a 80%. Estar totalmente isolado, evitando a possível contaminação por material pulverulento ou por ação de insetos.

Temperaturas abaixo de 20ºC acarretará alteração na viscosidade do material de forma gradativa diminuindo sua capacidade de fluidez, dificultando sua aplicabilidade.

Obs.: Qualquer aplicação fora das condições ambientais básicas, consultar o departamento técnico da Polipiso do Brasil para maiores informações.

 5.2 – Condições físicas do substrato.

O substrato deve estar livre de patologias estruturais tais como: fissuras, empenamento, recalque, etc., ter resistência à tração ao arrancamento superior a 1,0 MPa (NBR 14050). A temperatura do substrato deve estar compreendida entre 10°C e 35°C, e a umidade inferior a 7%.

Obs.: Qualquer aplicação fora das condições físicas adequadas, consultar o departamento técnico da Polipiso do Brasil para maiores informações.

5.3 – Preparo do substrato.

5.3.1 – Como Ponte de Aderência para Rodapé:

O substrato deve passar por um processo de abertura de poros podendo ser através de:

Processo mecânico: lixadeira orbita,lixadeira angular,etc;

O substrato necessita de pontos de reforço de ancoragem nas mudanças de ângulo de inclinação, interface de paredes, pilares, juntas ou qualquer outro tipo de dispositivo (ralo, canaleta, pé de equipamento, etc.). Estes reforços constituem na criação de sulcos de dimensões mínimas de 0,5 cm de profundidade por 0,5 cm de largura.

Após essa etapa faça uma limpeza superficial profunda para remoção de partículas soltas, podendo ser por meio de um aspirador de pó seguido de uma passagem de pano umedecido com etanol. Outros métodos de limpeza podem ser utilizados desde que o resultado final seja o mesmo. O substrato deve estar isento de qualquer material que possa impedir a perfeita aderência do revestimento tais como: óleos, graxas, contaminantes, resíduos ácidos ou bases.

 

5.3.2 – Como imprimação do Endurit Piso A.N:

Processo mecânico: Politriz, Jacto captivo, lavadora mecânica com disco abrasivo,etc.

Após essa etapa faça uma limpeza superficial profunda para remoção de partículas soltas, utilizando um aspirador de pó seguido de uma passagem de pano umedecido com etanol. Outros métodos de limpeza podem ser utilizados desde que o resultado final seja o mesmo. O substrato deve estar isento de qualquer material que possa impedir a perfeita aderência do revestimento tais como: óleos, graxas, contaminantes, resíduos ácidos ou bases.

 5.4 – Preparo do produto.

A mistura do produto deve ser feita através de equipamento mecânico apropriado, tipo misturador dotado com hélice helicoidal. A mistura deve ser feita com o equipamento em rotação e na seguinte ordem: Componente A e Componente B, até sua perfeita homogeneização.

 5.5 – Aplicação.

5.5.1 – Como Ponte de Aderência.

Espalhe o produto no substrato com auxílio de uma trincha ou rolo de lã. Aguardar até apresentar consistência de gel para aplicação do Endurit RP.

Importante: O gel time do produto pode variar de 40 a 60 minutos, dependendo da temperatura ambiente e do substrato, recomendamos que para sua determinação exata, seja realizado um teste prévio.

5.5.2 – Como Imprimação do Endurit Piso A.N.

Para pisos novos e superfície em perfeitas condições pode-se optar pela imprimação com Endurit Primer, que deverá ser aplicado através de uma desempenadeira metálica lisa e posteriormente rolado (rolo de lã cerdas 5 mm). Este processo deve assegurar que toda a superfície fique devidamente impermeabilizada, caso necessário repita o processo.

A aplicação posterior da camada de Endurit Piso A.N. deve ficar entre um delta de tempo que vai de 6 horas a 24 horas.

5.6 – Estrutura.

6. Equipamentos básicos.

 

– Rolo de lã;

– Pincel;

– Aspirador de pó;

– Furadeira dotada de hélice helicoidal;

– Medidor de umidade e temperatura superficial;

– Medidor de umidade e temperatura do ambiente;

– Etanol;

– Lixadeira;

– Fita crepe.

 

7 – Recomendações.

– Não recomendamos e nem avalizamos a utilização de Endurit Primer para aplicação como imprimação do Endurit Piso A.N em ambientes com presença de umidade e temperaturas negativas.

– Não manipule as quantidades de resina e catalizador, o produto já vem com o cálculo estequiométrico definido;

– Não acrescente diluentes ou solventes;

– A variação térmica do ambiente e do substrato tem interferência direto na secagem do revestimento, sendo: Temperaturas mais baixas, secagem mais lenta e temperaturas mais altas, secagem mais rápida;

– A reação dos componentes resinados se inicia imediatamente após a mistura dos componentes A e B;

– Recomenda-se o controle de consumo de resina média por m² apresentado na execução, comparando com o consumo teórico;

– O armazenamento em temperaturas abaixo de 20ºC acarretará alteração na viscosidade do material de forma gradativa, diminuindo assim sua capacidade de fluidez, de forma a dificultar a aplicabilidade.

– Recomendamos que o envio do produto para a obra seja o mais próximo possível de sua real utilização, evitando assim transtornos de armazenamento inadequado por falta de espaço e perda do prazo de validade.

 

8. Consumo médio teórico.

 

Devido às inúmeras variáveis de dimensões, apresentaremos neste caso a fórmula para dimensionamento de consumo para uma aplicação convencional.

Espessura (micras)= Consumo (g/m²) X Densidade (g/cm³)

 

 

Consumo

Espessura

Endurit Primer (ponte de aderência)

150 g/m² (mínimo) 158 micras

Endurit Primer (Imprimação)

300 g/m² (mínimo) 315 micras

Obs.: O consumo pode variar de acordo com a porosidade e estado aparente do substrato.

 

9. Embalagens.

 

Embalagem plástica bicomponente, conjunto de 1 kg.

Embalagem plástica bicomponente, conjunto de 5 kg.

10. Armazenamento.  

Armazenar em local coberto, sem umidade e ventilado, sobre paletes e em temperatura entre 20ºC e 35ºC.

Nunca armazenar o produto em locais externos com altas temperaturas ou incidência direta de raios solares e chuva (mesmo com a utilização de lona plástica), ou ainda em locais que tenha grandes variações de temperatura (Exemplo: Containers).

Obs.: O armazenamento do produto de forma inadequada pode acarretar numa reação química que o desestabilize causando sua inutilização.

11. Validade.

 

Devidamente armazenado nas embalagens originais invioladas, o tempo de vida útil nominal do produto é de 06 meses à partir da data de fabricação.

 

12 – Precauções.

Partes do corpo acidentalmente atingidas requerem lavagem imediata.

Em caso de ingestão, procurar imediatamente atendimento médico.

 

13. EPI´s.

 

Essencialmente necessário a utilização de EPI´s adequados para aplicação do produto como:

– Óculos de Segurança;

– Luvas;

– Máscara;

– Botas de borracha.

 

14. Ficha FISPQ e Versão Técnica.

 

Consulte em nosso site www.polipiso.com a ficha FISPQ do produto e tenha maiores informações sobre o transporte, manuseio, armazenamento e descarte. Considerando os aspectos de segurança, saúde, meio ambiente e também verifique se esta versão de literatura é a mais atualizada.

 

Nota

As informações em particular e as recomendações relacionadas com a aplicação e utilização final dos produtos Polipiso do Brasil, são fornecidas de boa fé e baseadas no conhecimento e experiência dos produtos sempre que devidamente armazenados, manuseados e aplicados em condições normais. Na prática, as diferenças no estado do material, das superfícies e das condições de aplicação em campo, são de tal forma imprevisível que nenhuma garantia a respeito da comercialização ou aptidão para um determinado fim em particular e nem qualquer responsabilidade decorrente de qualquer relacionamento legal poderá ser inferida desta informação fornecida. Os direitos de propriedade de terceiros deverão ser observados. Todas as encomendas aceitas estão sujeitas às nossas condições de venda e entrega vigentes. Os usuários deverão consultar a FISPQ no site www.polipiso.com. A Polipiso do Brasil reserva-se o direito de mudar as especificações ou informações contidas neste boletim sem prévio aviso.

 

Data de emissão: 2006 Versão/Revisão: 1.001 Revisado em: 31/08/2018 Páginas de 1 a 5